No dia 19 de novembro, a presidente do Sindilimpe-ES, Evani Reis, participará da live “Consciência Negra e o Mundo do Trabalho”, às 18 horas, com transmissão pelo perfil no Facebook da CUT-Espírito Santo.

A live faz parte da Semana da Consciência Negra, que é organizada pela CUT-ES. Além da presidente do sindicato, a atividade contará com a participação da coordenadora nacional do Movimento Negro Unificado e secretária de Combate ao Racismo da CNTE, Iêda Leal. A mediação será de Adriano Albertino, que é secretário de Combate ao Racismo da CUT-ES.

Agende-se e participe!

Confira abaixo as outras lives da semana:

Tales Gari visitou o Sindilimpe e reforçou a “necessidade de valorizar esses profissionais que exercem um papel indispensável ao bom funcionamento da cidade”

Tales Gari em conversa com a presidente do Sindilimpe-ES, Evani Reis.

Gari e modelo? O belo-horizontino Tales Alves, 30, o Tales Gari, prova que é possível ser as duas coisas. Com mais de 370 mil seguidores em uma rede social, o gari ‘gato’, como é conhecido, chama a atenção para a valorização da categoria da limpeza pública e faz sucesso como modelo. 

Garis, coletores, profissionais da limpeza no geral são colocados à margem da sociedade, sendo muitas vezes invisibilizados nos locais trabalho, seja em espaços públicos ou privados. Mas Tales, que é gari, e faz sucesso nas mídias sociais e na ruas de Belo Horizonte, prova que aos poucos é possível mudar essa realidade. 

Com o estímulo de uma das filhas, de 12 anos, a Júlia, Tales começou a fazer sucesso e a viralizar nas redes sociais. No perfil do Tik Tok, o gari tem mais de 370 mil seguidores, e cerca de 4 milhões de visualizações, e no Instagram já acumula 80 mil seguidores. Por conta do sucesso, Tales foi convidado a disputar o Mister BH, que aconteceu no dia 31 de outubro, porém, acabou não vencendo a disputa, que ficou com Rafael Rezende, de 25 anos. 

Clique aqui e confira as redes sociais de Tales.

No mês de outubro, Tales fez uma visita ao Sindilimpe-ES e conversou com a presidente do sindicato, Evani dos Reis. “O Sindilimpe abraça e apoia esse trabalhador da nossa categoria, que é um talento, mesmo não sendo do Estado. Na minha opinião está famoso e representando a categoria. Ele é gari e gosta do que faz. Ele não é um ex-gari, ainda é gari”, destacou Evani.

Foto: Yasmim Soares.

O Sindilimpe-ES fez uma entrevista com o gari. Confira abaixo:

Há quanto tempo você é gari?

Há dois anos.  

Você já serviu a aeronáutica, foi office-boy, cobrador, repositor de supermercado, correto? E como você lida com a sua atual profissão?

Sim, eu já trabalhei nas profissões citadas. Graças a Deus eu trabalho desde que tinha 15 anos e nunca escolhi emprego, pois trabalho é trabalho, e pra mim sempre foi uma necessidade. Eu tive que trabalhar desde cedo. A minha atual profissão, eu lido com ela como todas as outras. Eu busquei ela pelo mesmo motivo das demais: necessidade de ter um emprego que me desse uma condição melhor, e aliado a isso, a vontade que eu tinha em estar no meio de uma equipe que eu sempre via recolhendo o lixo do mercado onde eu trabalhava, e sempre com muita alegria e energia. 

Por um estigma e preconceito da sociedade, os garis costumam ser invisíveis para muitas pessoas. Como você avalia essa situação?

É de fato uma profissão colocada à margem e discriminada. Eu senti isso na pele. Eu acredito que é um estigma que deve ser apagado da sociedade. Existe a necessidade de desconstruir a imagem que as pessoas têm dos garis e chamar a atenção para a necessidade de valorizar esses profissionais que exercem um papel indispensável ao bom funcionamento da cidade. 

E como começou a carreira de modelo?

Tudo começou com a criação de um perfil em uma rede social, estimulado por minha filha, para que pudéssemos fazer vídeos como uma forma de diversão. Após alguns vídeos postados neste perfil, eles viralizaram, e fui convidado a participar do concurso Mister Belo Horizonte. 

E quando e como começou nas redes sociais? Seu perfil é recente, poucos meses, e já tem mais de 80 mil seguidores. Como tem sido pra você essa visibilidades nas mídias e nas ruas de BH como o “gari gato”? E como é a relação com as pessoas, posso chamar de fãs ou admiradores?

Como disse na resposta anterior, a criação do perfil foi por estímulo da minha filha, que me incentivou a postar alguns vídeos falando da minha profissão. Já faz uns 6 meses. Hoje conto com um público de mais de 300 mil pessoas que seguem meus perfis e acompanham as postagens de fotos, vídeos, entre outros. A relação com os “fãs”, as pessoas que admiram o meu trabalho, que me admiram de alguma forma, é muito saudável. É gratificante pra mim receber o carinho dessas pessoas e poder retribuir de alguma maneira. Me reconhecem na rua, pedem para tirar foto. Eu sempre paro, dou atenção mesmo e, principalmente durante o serviço, ainda que eu “perca” o caminhão e tenha que correr alguns quilômetros para alcançá-lo.

Quais são os próximos passos após a disputa no Mister BH? E o que fica dessa experiência? Pretende disputar novamente?

Da experiência ficam os aprendizados, as amizades feitas e os momentos vividos que foram únicos. Pretendo disputar novamente sim, ano que vem, quem sabe. Com mais maturidade e com certeza mais preparado. Após a disputa eu sigo aproveitando as oportunidades que já vinham aparecendo e me preparando física e mentalmente para reconhecê-las, pois é importante que saibamos reconhecer as oportunidades que aparecem na nossa vida. 

Como fica o futuro? Vai permanecer como gari ou investir na carreira de modelo? É possível conciliar? Quais são seus planos? Já tem alguma agência – de modelo?

Apesar de incerto o futuro, eu tenho feito alguns planos, entre eles fazer uma faculdade na área que gosto, e no momento não pretendo largar a profissão de gari, pois tenho conciliado com os demais trabalhos que têm aparecido. Não me encontro vinculado a nenhuma agência de modelos por enquanto.

Gostaria de ressaltar alguma coisa?

Apenas agradecer a todas as pessoas que me admiram pelo carinho, pelas mensagens que me mandam e por toda energia boa que recebo virtualmente e pessoalmente nas ruas. 

Foto: Yasmim Soares.
Foto: Yasmim Soares.

Trabalhador foi algemado e levado para delegacia por cantar enquanto colia o lixo. O sindicato está tomando todas as providência legais contra os suspeitos e o Estado

O ESTV 1ª Edição dessa quarta-feira, 21, veiculou a reportagem “coletor é preso por cantar durante limpeza em unidade de custódia do ES”, em que expõe a situação de um coletor que foi algemado por agentes penitenciários da Penitenciária de Semiaberto de Cariacica e levado para a delegacia porque cantou enquanto coletava o lixo. O caso ocorreu no dia 8 de outubro.

O Sindilimpe-ES repudia veementemente as agressões sofridas pelo trabalhador, durante o exercício das suas funções, e ressalta que está tomando todas as providência legais contra os suspeitos e o Estado. Na semana passada, o sindicato entrou com uma representação contra os agentes penitenciários na Corregedoria da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), e o corregedor informou que “os fatos noticiados serão apurados” pela corregedoria.

O Sindilimpe também está estudando a questão e adotando as medidas necessárias para a devida apuração do caso pelo Ministério Público do Trabalho e pelo Ministério Público Estadual e reforça, ainda, que segue na luta por respeito para toda a categoria.

Confira a reportagem divulgada pelo ESTV 1, da Rede Gazeta:

Clique aqui e assista.

Prefeitura do município pediu 15 dias para responder ao pedido do sindicato

Nesta quinta-feira, 15, pela manhã, o Sindilimpe-ES realizou um ato em frente à prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, na região sul do Estado, pedindo a recontratação dos trabalhadores e trabalhadoras demitidos/as durante a pandemia. Mais de 380 auxiliares de serviços gerais e merendeiras, cerca de 70 garis e 20 operadores de estacionamento perderam os empregos por conta da pandemia, dispensados pelas empresas Corpus e Soluções.

À tarde, o sindicato se reuniu com a prefeitura e relatou a situação dos profissionais demitidos: eles têm passado por dificuldades financeiras, como o acesso a insumos básicos. Na reunião, o sindicato apresentou uma proposta de recontratração dos profissionais, e a prefeitura pediu 15 dias para responder ao pedido. O sindicato reforça que aguardará o retorno da prefeitura e continuará na luta!

“O Sindilimpe-ES segue na luta pela manutenção dos empregos e pela recontratação dos profissionais demitidos. O sindicato segue atuando em todo o Estado em defesa da categoria, e vai ter luta pela manutenção dos empregos!”, destacou a presidente do Sindilimpe-ES, Evani dos Reis.

No vídeo, a diretora do Sindilimpe-ES na subsede de Cachoeiro de Itapemirim Lucineia Vicente Caetano Coelho expõe a situação. Assista!

Nesta quinta-feira, 15, pela manhã, o Sindilimpe-ES realizou um ato em frente à prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, na região sul do Estado, pedindo a recontratação dos trabalhadores e trabalhadoras demitidos/as durante a pandemia. Mais de 380 auxiliares de serviços gerais e merendeiras, cerca de 70 garis e 20 operadores de estacionamento perderam os empregos por conta da pandemia, dispensados pelas empresas Corpus e Soluções. À tarde, o sindicato se reuniu com a prefeitura e relatou a situação dos profissionais demitidos: eles têm passado por dificuldades financeiras, como o acesso a insumos básicos. Na reunião, o sindicato apresentou uma proposta de recontratração dos profissionais, e a prefeitura pediu 15 dias para responder ao pedido. O sindicato reforça que aguardará o retorno da prefeitura e continuará na luta! “O Sindilimpe-ES segue na luta pela manutenção dos empregos e pela recontratação dos profissionais demitidos. O sindicato segue atuando em todo o Estado em defesa da categoria, e vai ter luta pela manutenção dos empregos!”, destacou a presidente do Sindilimpe-ES, Evani dos Reis. No vídeo, a diretora do Sindilimpe-ES na subsede de Cachoeiro de Itapemirim Lucineia Vicente Caetano Coelho expõe a situação. Assista!

Publicado por Sindilimpees em Quinta-feira, 15 de outubro de 2020

O Sindilimpe-ES convoca os/as trabalhadores/as que atuaram na empresa LIMPSERVICE SERVIÇOS LTDA no contrato de Cariacica e que estão listados/as abaixo para comparecerem à sede do sindicato no dia 13 de outubro, das 8h30 às 16h30, para tratar de assuntos referentes ao processo trabalhista nº 0001593-71.2014.5.17.0003.

Ao dirigir-se ao sindicato, o/a trabalhador/a precisa levar os seguintes documentos: RG, CPF e Carteira de Trabalho.

Trabalhadores/as:

FABIANO GOMES 

FRANCIELE ANDRADE GREGORIO

FRANCISCO BENEDITO RODRIGUES

FRANCISCO FERREIRA DE SOUZA

GENADIR PEREIRA DA SILVA

GERALDO TONIATO BATISTA

GESIEL ALVES VIEIRA

GESSICA KALKA PEREIRA GERMANO

GILBERTO VAZ

GILSON PEREIRA

GIVALDO XAVIER SANTOS

GLAUCIA DOS SANTOS NUNES DE SOUZA

GUSTAVO DE OLIVEIRA FERREIRA

HELIO RODRIGUES CASTÃO

ILSON FRANCISCO DIAS

ILZA SANTOS MEIRELES

ISAIAS SILVA DE OLIVEIRA

ISON TEIXEIRA QUEIROZ

IVANETE DA COSTA JULHO

JOÃO ELIAS DA SILVA

JOAO MARTINS

JOEL MUNIS DA SILVA

JOHANATAN DE SOUZA RODRIGUES 

JONAS BARCELOS SILVA

JONAS RAMOS DA SILVA

JORGE AMORIM CARDOSO

JOSE CLAUDIO MARTINS DE SOUZA

JOSE DA CONÇEIÇÃO ALVES

JOSE FRANCISCO MARTINS

JOSE JORGE RIBEIRO DO SACRAMENTO

JOSE LAMAS

JOSE RODRIGUES LIMA

JOSE VANDELEY SILVA DE SOUZA

JOSEMAR DA CRUZ CORREIA

JOSIAS CHAGAS DE SOUZA

JOSIEL RAIMUNDO DA SILVA

JULIETE DE ALMEIDA BORGES 

JURACI SANTOS

LAUDECIR ALVES

LUIZ CARLOS GRAÇA

MANOEL BERNARDO DE ASSIS

MARCELO PERES ALMERINDO

MARCO ANTONIO LIMA DE SOUZA

MARCOS DOS SANTOS ROSA

MARIA DE LOURDES CHAGAS NEGRINI

MARIA ELIZABETE MARTINS PEREIRA

RAYANA CANUTO GOMES LAHAS

RENE FERNANDES TEIXEIRA

WANDELEY RODRIGUES GUIMARÃES


Endereço do sindicato: Rua Carlos Alves, nº 111, bairro Gurigica, Vitória-ES.

O Sindilimpe-ES convoca os/as trabalhadores/as que atuaram nas empresas BRASANITAS, ATIVA TERCEIRIZAÇÃO, PROMENTEC E TAVARES SANTOS e que estão listados/as abaixo para comparecerem à sede do sindicato no dia 13 de outubro, das 8h30 às 16h30, para tratar de assuntos referentes a processo trabalhista.

Ao dirigir-se ao sindicato, o/a trabalhador/a precisa levar os seguintes documentos: RG, CPF e Carteira de Trabalho.

Trabalhadores/as:
TEREZA CLEMENTE CAMPOS – PROMENTEC – 0010000-58.2008.5.17.0009

GLORINHA BRITO VIOLET TERRA – TAVARES SANTOS – 0089000-24.2010.5.17.0014

CLAUDEMIR SOUZA DUTRA – BRASANITAS – 0000749.15.2019.5.17.0014

MARCONE SANTOS DA SILVA – BRASANITAS – 0000749.15.2019.5.17.0014

MARLENE EVARISTO MOREIRA DA COSTA – ATIVA TERCEIRIZAÇÃO 0000269-71.2018.5.17.0014

Endereço do sindicato: Rua Carlos Alves, nº 111, bairro Gurigica, Vitória-ES.

Mesmo diante de todas as dificuldades impostas pela pandemia, o Sindilimpe-ES segue firme em defesa dos direitos da categoria. O sindicato teve mais uma conquista importante para garis e coletores da Localix, de Vila Velha.

O Sindilimpe-ES recebeu laudo pericial favorável na Justiça do Trabalho referente ao PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) do trabalhador. O PPP tem impactos na aposentadoria especial de trabalhadores da limpeza urbana que recebem a insalubridade (no caso, o grau máximo de 40%).

O setor Jurídico do Sindilimpe-ES entrou na Justiça, porque apurou que havia um erro no formulário do PPP fornecido pela Localix. O sindicato teve perícia favorável, e e a previsão é de que a decisão saia em breve.

“Aguardamos mais essa sentença da Justiça para evitar prejuízos na aposentadoria especial dos garis e coletores da Localix, em Vila Velha. É importante ressaltar que o sindicato já teve uma conquista na Justiça referente ao PPP para trabalhadores da Vital, em Vitória”, revela a presidenta do Sindilimpe-ES, Evani dos Santos Reis.

O número do processo que tramita na Justiça é o 0000938-20.2019.5.17.0005. Assim que tiver acesso à decisão judicial, o Sindilimpe-ES vai informar à categoria nos meios de comunicação do sindicato.

O Sindilimpe-ES teve mais uma conquista importante para garis e coletores da Vital Engenharia Ambiental, que trabalham na limpeza pública de Vitória. Desta vez, a conquista vem de uma decisão da Justiça do Trabalho que vai impactar diretamente na aposentadoria especial da categoria.

Muitos sindicalizados estavam recorrendo ao Sindilimpe-ES, porque o INSS não estava reconhecendo o devido tempo de exposição do trabalhador a agentes insalubres. O INSS não reconhecia, porque tinha um problema no código fornecido pela empresa referente ao PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) do trabalhador.

O setor Jurídico do Sindilimpe-ES acionou a Justiça, que determinou que a Vital faça a alteração no PPP para o trabalhador ter direito à devida contagem do tempo de exposição por riscos biológicos (conforme o direito ao grau máximo de 40% da insalubridade) para fins de aposentadoria.

“Em meio a essa pandemia, o Sindilimpe-ES vem lutando para o reconhecimento da aposentadoria especial para os trabalhadores da limpeza urbana, que estão na linha de frente do enfrentamento da covid-19 e de outras doenças, faça chuva ou faça sol, trabalhando diariamente em favor da população. É mais uma conquista importante que alcançamos na Justiça para nossa categoria”, afirma a presidenta do sindicato, Evani dos Santos Reis.

O número do processo na Justiça do Trabalho referente à questão do PPP da Vital é o 0000952-80.2019.5.17.0012. Ainda cabe recurso da sentença.

Onde Estamos

SEDE

Rua Carlos Alves, 111
Gurigica, Vitória/ES
CEP 29046-047

(27) 3434-4600

Veja no mapa
COLATINA

Travessa Corina, nº 13
Centro, Colatina/ES
CEP 29700-100

(27) 3721-5277

Veja no mapa
SÃO MATEUS

Av. Jones Santos Neves, nº 1250
Ribeirão, São Mateus/ES
CEP 29936-090

(27) 3767-3275

Veja no mapa
CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Rua Gerson Moura, nº 10, 2º andar
Bairro Vila Rica, Cachoeiro de
Itapemirim/ES - CEP 29301-260

(28) 3518-4935

Veja no mapa